NIKOLAJ BENDIX LARSEN

IN LIMBO

Inauguração a 21 de Abril 2018 às 16H

             
 


Nikolaj Bendix Skyum Larsen recorre ao filme, fotografia e escultura para chamar a atenção de questões globais vitais. Nos últimos anos, uma parte substancial da sua pesquisa tem sido focada na migração e questões que dela surgem.

Para a sua primeira exposição individual em Portugal, Nikolaj Bendix Skyum Larsen traz à Galeria Presença a sua última produção de vídeo Quicksand – exposto recentemente em “Tensão e Conflito” no MAAT, Lisboa. Quicksand passa-se em 2033. Conta a história de Jason, um homem que luta pela vida no Mar Mediterrâneo. O filme amplifica as tensões sentidas na Europa actualmente e imagina um futuro próximo em que a UE colapsou. É neste cenário que Jason, um marido e pai, decidiu juntar-se ao êxodo de pessoas que tentam deixar a Europa. A viagem de Jason termina quando o barco em que ele está vira, e ele e muitos outros migrantes Europeus lutam pela sobrevivência.

Larsen também estreia as novas impressões da série The Floating Series, que partem de fotografias tiradas no bairro parisiense de Stalingrado, o qual, no final de 2016, viu mais de dois milhares de migrantes a viver na rua. Ele tirou uma série de retratos de pessoas cobertas com mantas e imaginou que os momentos fugazes em que os migrantes conseguiam dormir, eram as únicas partes das suas vidas actuais em que eles podiam descansar as suas mentes e corpos exaustos e, metaforicamente, flutuar para longe da sua situação desesperante. As mantas são muitas vezes adornadas com padrões, palavras ou símbolos que contribuem com as suas próprias narrativas para as imagens e talvez para as pessoas atrás deles. Os motivos são retocados e fazem com que as texturas dos tecidos aludam às pinturas chiaroscuro. Isto acrescenta significado e importância ao retratado, o qual é, na maioria das vezes, representado em situações degradantes, o que os retém permanentemente na posição de “o outro”.

 

 

 

 

*Textos a partir do catálogo de  "Tensão & Conflito: arte em vídeo pós 2008" (ed. Pedro Gadanho e Luísa Santos, MAAT) e da edição especial da Revista Contemporânea ‘Artivismo = Capital’ (projecto dos alunos de Curatorship, leccionado por Luísa Santos, inserido no programa internacional de MA e PhD em Culture Studies do The Lisbon Consortium, Universidade Católica Portuguesa).